Carregando...

Pacto Comissório e Pacto Marciano no Sistema Brasileiro de Garantias

Cód.: 1018
R$ 150,00
ou até 10x de R$ 17,58 com juros
1x
de R$ 150,00
sem juros
R$ 150,00
2x
de R$ 78,38
com juros 2,99%*
R$ 156,76
3x
de R$ 53,02
com juros 2,99%*
R$ 159,06
4x
de R$ 40,34
com juros 2,99%*
R$ 161,36
5x
de R$ 32,74
com juros 2,99%*
R$ 163,70
6x
de R$ 27,68
com juros 2,99%*
R$ 166,08
7x
de R$ 24,07
com juros 2,99%*
R$ 168,49
8x
de R$ 21,36
com juros 2,99%*
R$ 170,88
9x
de R$ 19,26
com juros 2,99%*
R$ 173,34
10x
de R$ 17,58
com juros 2,99%*
R$ 175,80
* juros aplicado ao mês
Assunto:

Descrição do produto

Autor: Carlos Edison do Rêgo Monteiro Filho

Isbn: 9788593741128
Editora: Processo
Assunto: Direito Civil
Edição: 1ª Edição
Ano: 2017
Pág: 303
Formato: 16 x 23 Brochura

Sinopse

Esta obra se propõe a demonstrar o merecimento de tutela do pacto marciano no direito brasileiro. Para tal desiderato, partiu-se da análise da cláusula comissória e seus fundamentos de proscrição, identificados aqui como a síntese conclusiva entre tutela da vulnerabilidade, vedação ao enriquecimento sem causa e interesse social na não difusão do pacto comissório, a revelar desvio funcional das garantias prestadas. À luz da historicidade e da relatividade dos institutos jurídicos, a razão da proibição no direito civil contemporâneo, mercê da tábua axiológica constitucional, passa a propender à tutela da solidariedade constitucional, eis que esta rejeita o desequilíbrio disfuncional. A cláusula marciana, por sua vez, por possibilitar que a aquisição da coisa dada em garantia pelo credor seja precedida de justa avaliação, denota efeito salvífico da nulidade do pacto comissório.